terça-feira, 25 de agosto de 2015

O leão e o rato

Acordei dia desses com uma dor no pé...sentia tinha uns dois dias, mas estava muito pior naquela manhã. Impossível de andar!

Pedi ajuda ao papai leão, “ai, como dói!”
E ele veio com uma lupa e uma lanterna.
Após breve inspeção, "vou pegar uma pinça!"
Parece um fio, mais grosso que cabelo e meio branco...
E foi como mágica, foi puxar o fio que a dor sumiu :O
Que azar, minha ratinha, atingiu um nervo!

Mas agora você está como nova :*
.
.
PERGUNTA: Sois contrário à crença dos homens, só porque eles ainda não podem viver integralmente o que percebem?
RAMATIS:  Compreender Deus exige do homem uma realização interna de buscar sempre a sabedoria e o equilíbrio psíquico, e uma ação externa de renúncia e serviço fraterno a todos os seres da natureza. Somente assim ele comprova que é realmente regido pela inspiração sublime de sua crença. Jamais haverá autenticidade e fidelidade na crença do Amor de Deus se o homem odiar, destruir, enganar e absorver-se e num fanatismo separativista(...). (pág. 42)

RAMATIS/MAES, HERCILIO. O evangelho à luz do cosmo – Rio de Janeiro: Freitas Bastos, 1996.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

3 sonhos

> Ir a um show da Sara Bareilles
> Ir a uma apresentação do Cesar Millan
> Ir pra Índia meditar com o guru Sri Sri Ravi Shankar


p.s. namorado não é sonho...é realidade :*

sábado, 25 de julho de 2015

Na mosca!


.
.
Só sei que nada sei
25/07/15

A vida é dura, sua
Os mistérios se fazem mais profundos
E boiamos, a esmo
Sem porto, sem farol
A escuridão amedronta, testa a fé
Desolada
Sinto, penso e dói o viver
E enquanto pessoas estão morrendo,
Enfrentando dragões e tudo mais
Crio meu próprio inferno, sem querer
Sem entrever o que será
Vejo o mundo e agora entendo o sofrer,
A solidão e o crescer no real

E como pesa!, colher o passado plantado

sábado, 18 de julho de 2015

Porteiro que canta

- Pro Sr. Paulo, por favor.
- Seu nome?
- Clarissa.
- Lindo nome!
- Obrigada.
- Você já é maior de idade?
- Sim.
- Nem parece, tão pequena!
...
- E você é tão calma...você é assim sempre ou chega em casa e é uma fera?
- Sou sempre calma...
- Você mora por aqui?
- Mais pra lá...
...
- Olha só, como consigo equilibrar essa moeda!
- Humm
.
.

domingo, 12 de julho de 2015

sábado, 11 de julho de 2015

Bailando

Bailo contigo
Debaixo de sol ou chuva
Hoje temos sol,
Céu limpo para ajudar
Com as linhas que saem tortas
Lindas linhas porque
São minhas e suas: nossas

A bailarina pondera
Depois de piruetas e saltos
“Rodopio, mais uma vez,
De ponta ou não?”

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Espelho, espelho meu

" O rosto dela,  à luz do luar,  era o rosto do marinheiro que tinha lutado contra mares tempestuosos em seu barco frágil e havia finalmente alcançado águas  tranquilas"(pag.168)

WEIS,  Margaret. Dragões  do Outono. São  Paulo: Devir,  2003.